Piauí só fica mais conhecido por virar nome de revista

Hoje acordei cedo e com muita vontade de ler meu jornal Le Monde e minha revista Vogue Paris, que é um hábito diário que tenho toda manhã, quando acordava com o friozinho belga e seguido do meu petit-déjeuner (café da manhã, tá?). Hábito esse que foi interrompido por conta da meu retorno ao Piauí. A editora não tinha como enviar os jornais diários e as revistas francesas para meu endereço aqui no Piauí, dava como local inexistente no sistema deles. Então, tive que cancelar minha assinatura.

Fui pela manhã procurar em bancas de revistas, para ver se encontrava o jornal e a revista que tanto procurava e como sempre: NADA! Esqueci que no cu do mundo não possui bancas de revistas especializadas em revistas internacionais. Portanto, o que eu consegui encontrar foi uma edição da Vogue Italiana de março de 2006 (Argh! Eu mereço!).

Olhando para as revistas da banca, achei uma de nome muito curioso chamada de Piauí. A revista Piauí não é piauiense (do Piauí mesmo) se não ninguem comprava, principalmente os habitantes locais. É uma revista de circulação nacional e da editora Abril, uma das editoras que publica as revistas mais importantes do Brasil. Como eu sou piauiense, claro que gosto de novidades e comprei a minha, por ser da editora Abril, porque se fosse alguma publicação local: NEVER que compraria.

Não sei o que dá numa pessoa para editar uma revista com o nome de Piauí.

Eu vejo em todas as bancas, livrarias, até que criei coragem de comprar. A revista PIAUI deve falar sobre, sei lá…. CALOR. Ou então sobre cinema comentando os filmes da TEMPERATUA MÁXIMA e da TELA QUENTE.

Mas é uma revista bem interessante, fala de tudo, menos de Piauí (ainda bem). Fala de pessoas, culturas, literatura, política e etc. Tudo de bom que o Piauí precisa. Revista bem interessante, mas interessante é o site da revista Piauí. Tem até o “The Piauí Herald

Adorei! Os piauienses ficam muito felizes e se sentindo homenageados, não é pra menos! Só assim o Piauí fica mais conhecido. É um orgulho chegar numa livraria ou banca em São paulo e perguntar: “Tem a Piauí desse mês?”.

O porquê da revista se chamar Piauí, nem os donos da revista não souberam definir. Querem fazer graça, né? Acho que o Piauí, por ser tão ignorado, é tido como insignificante. Tratará de achar novidade no que, por esquecido, parece velho e ultrapassado”. Do mesmo jeito que a revista poderia se chamar sapato velho, panela, violeta. Não pode haver mais forte justificativa para essa revista chamar-se Piauí!

A revista tem tiragem de mais de 100.000 exemplares dos quais nem 100 vem pro Piauí. HAHAHA! Engraçado isso, né? Se é que é uma revista para pessoas com parafuso a mais que nem eu… LOCA LOCA LOCA!

Adorei!!! Vamos ler a Piauí e suas novidades, mais só pra quem é culta!!!

1 Comment

Filed under cu do mundo, cultura, piauí, revitsa Piauí

One response to “Piauí só fica mais conhecido por virar nome de revista

  1. Pingback: ESIC Business & Marketing School abre novos cursos de Master Executive

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s